Informativos

fevereiro 17, 2014
info2.jpg

DRENAGEM LINFÁTICA MANUAL CORRETA

           A Drenagem Linfática Manual é um método fisioterapêutico internacionalmente reconhecido para tratar problemas do sistema linfático (ex.: linfedemas).

       Atualmente muito utilizada nos consultórios e clínicas de estética, a Drenagem Linfática Manual destaca-se por promover reduções de edemas (inchaços) de diversas origens, tais como os pós-operatórios de cirurgias plásticas estéticas, de cirurgias venosas (para redução de varizes e microvarizes), lipedemas, celulites, etc., diminuindo as medidas corporais, aliviando sintomas como sensações de peso e excesso de volume e harmonizando os contornos corporais.

       Entretanto, verifica-se que a sua execução prática em muitos serviços, tem sido erroneamente utilizada, provocando dores, hematomas, flacidez cutânea, etc.

info2

       Desde a sua redescoberta pelo dinamarquês Emil Vodder em 1936, e após diversas experiências realizadas por renomados cientistas mundiais (dentre eles, Prof. Dr. Albert Leduc – Bélgica), sabe-se que a Drenagem é uma técnica de massagem extremamente leve, suave e relaxante, composta por manobras monótonas e lentas, que obedecem o trajeto do sistema linfático superficial e que realizam processos iniciais de descongestionamento das vias linfáticas não acometidas.

       Manobras que não seguem estas características, não podem ser consideradas como Drenagem Linfática Manual e, portanto, qualquer tentativa de tratamento pode tornar-se em vão. Aliás, pior que isto, manobras agressivas podem desrespeitar a integridade da pele e do tecido subcutâneo, gerando várias lesões, pondo em risco não apenas a estética, mas a saúde do paciente.

       Por isto alertamos que se procure profissionais habilitados e que tenham domínio não apenas da técnica, mas do conhecimento técnico-científico do sistema linfático, suas alterações e do corpo humano em geral.

 

       Para mais informações consulte a literatura científica:

      3.A eficácia da drenagem linfática manual no pós-operatório de câncer de cabeça e pescoço (2007) 

      6.Drenagem linfática manual terapêutica ou estética Existe diferença (2008)

      16.Técnicas Manuais nas Condições Inestéticas (2011) Referência: Tacani RE, Tacani PM. Técnicas Manuais nas Condições Inestéticas. In: De Maio, M. Tratado de Medicina Estética. 2ª Ed. São Paulo: Roca, 2011. (Vol. III, 1511 p.)

15.Intervenção fisioterapêutica nas sequelas de drenagem linfática manual iatrogênica Relato de caso (2011)

ou Fale conosco clicando aqui.


fevereiro 17, 2014
info1.jpg

Iniciada pelo cirurgião austríaco Winiwater no final do século XIX, redescoberta em 1932 pelo biólogo e doutor em filosofia Emil Vodder e desenvolvida por renomados cientistas como Casley-Smith, Földi, Leduc e tantos outros, a Drenagem Linfática Manual (DLM), é uma técnica de massagem altamente especializada, feita com pressões suaves, lentas, intermitentes e relaxantes, que seguem o trajeto do sistema linfático, aprimorando algumas de suas funções.

 info1

           Esta técnica traz inúmeros benefícios, tais como redução dos edemas linfáticos, inchaços pós-operatórios e pós-traumáticos, lipedemas, celulite e retenções hídricas, estimula a regeneração e a defesa dos tecidos humanos, aumenta a diurese (micção) e a eliminação de toxinas, contribui para o tratamento da obesidade, do sobrepeso, de cicatrizes hipertróficas, dentre outros, devolvendo o equilíbrio hídrico dos tecidos e promovendo um melhor funcionamento do organismo.

 

           A DLM é uma técnica com um vasto reconhecimento científico mundial na área da linfologia (ciência que estuda as alterações do sistema linfático), aprovada pelas pessoas que já a usufruíram, com uma procura cada vez maior e muito comentada pela imprensa leiga.

 

           Apesar de ser uma massagem extremamente suave e relaxante, a DLM produz efeitos profundos e sistêmicos, sendo uma técnica de grande eficácia terapêutica, porém com algumas restrições quanto ao seu uso.

           Por isto procure profissionais habilitados e que tenham domínio não apenas da técnica, mas do conhecimento técnico-científico do sistema linfático, suas alterações e do corpo humano em geral.

           Para mais informações consulte a literatura científica:

 

6.Drenagem linfática manual terapêutica ou estética Existe diferença (2008)

 

16.Técnicas Manuais nas Condições Inestéticas (2011) Referência: Tacani RE, Tacani PM. Técnicas Manuais nas Condições Inestéticas. In: De Maio, M. Tratado de Medicina Estética. 2ª Ed. São Paulo: Roca, 2011. (Vol. III, 1511 p.)

 

21.Abordagem fisioterapêutica do linfedema bilateral de membros inferiores (2012)

ou        Fale conosco clicando aqui